quarta-feira, abril 14, 2010

Os Sonhos e o Mar...

Sou uma mulher de 30 anos. Ainda me surpreendo quando penso nisso. Lá dentro ainda sou uma menina e tanto minha idade quanto minha meninice me deixam feliz. Acho que encontrei meu caminho, sigo sonhando e tenho meus pés no chão, trilhando um rumo que me agrada.

Quando decidi acompanhar meu marido e deixar nossa casa para trás, escolhi trabalhar noutra área. Já havia dado meu quinhão à minha carreira e senti que era hora de atuar nas transformações de que minha vida precisava.

Já se passaram outros dois anos desde que retornamos ao nosso porto. O balanço do período é bom, a equipe que trabalha comigo começa a andar com as próprias pernas, há novas mulheres [e alguns homens] carregando a iniciativa e algumas propostas de outros grupos também estão surgindo. O trabalho é grande, mas o horizonte é espetacular. Começo a aplicar meus conhecimentos para algo que acredito fazer mesmo a diferença. Pouco a pouco vejo meus novos sonhos tomando forma.

Em casa, completamos uma década juntos. Parece que ultrapassamos as barreiras que um dia, eu duvidei que ultrapassaríamos. As tormentas da tão falada crise do primeiro ano de casamento, dos dois anos seguintes, e a dos sete anos ficaram para trás. Aos poucos achamos um novo balanço que dá espaço para o sonho de cada um, e faz deles um projeto comum aos dois - e que pode se concretizar nos próximos 2 anos.

Outro dia, li que a passagem para a vida adulta é uma travessia. Alguns são arrastados pelas correntezas e pelas tempestades. É o momento em que as crianças se impulsionam a soltar as amarras e querem ganhar o mar. Como disse uma querida amiga ontem, no happy hour básico da semana: " Nós não navegamos, o mar é que nos navega".

Faço esse balanço da minha caminhada e percebo que minhas escolhas têm um significado. Até pouco tempo atrás, nunca tinha parado para pensar no que estava por trás do meu trabalho, qual era o meu papel na vida dessas pessoas que me acompanhavam, e na minha vida. Vivia normalmente, sempre gostei do que eu fazia [e confesso que muitas vezes sinto uma falta imensa], me sentia atropelada pela quantidade de tarefas e obrigações que tinha que fazer e buscava realizá-las da maneira mais saudável e equilibrada possível. Hoje, sinto que isso não era o bastante...

Dia desses, assisti num programa de entrevistas, uma empresária falando que há um talento ou uma capacidade que nos torna únicos e que conhecer esse dom é o que nos faz felizes. Meu intuito hoje é ajudar o maior número de pessoas a descobrir seu sonhos e talentos. Se você não sabe qual é o seu, feche os olhos e só os abra de novo quando estiver sonhando e souber com o que sonha. Pois quando a gente não sabe para onde nosso barco vai, ele pode atracar em algum lugar assustador.

12 comentários:

Albuq disse...

Amei Labelle, por você escrever tão bem, por sua história ser tão bonita e pelo fato de me identificar com ela.
Lendo seu post fico feliz por você ter encontrado o que te faz feliz, que seu casamento ultrapassou as barreiras e que você ainda continua sonhando.

Estou numa fase de 'encontro', beirando a areia do mar, esperando ter encontrado o lugar certo!

Bjs e SORTE SEMPRE!

Ana disse...

Ola

adoro seu blog, mas tenho uma consideração: não sei se é o meu computador, mas essa cor de fonte no fundo escuro fica bem dificil de ler... Apenas um toque. :)
bjs

Labelle® Paz disse...

Ah que bom que você gostou, Marcia! Eu escrevi de coração mesmo! Querendo conversar sobre, estou na área!

Labelle® Paz disse...

Ana, obrigada pelo toque !! Pra mim, e pra grande maioria, os textos aparecem sobre um fundo mais claro. Então, não fica dificil a leitura... Me diz se persiste, ok? Porque se acontece com você, com certeza deve acontecer com mais leitores.

Obrigada!!

Ana disse...

Ahhh agora apareceu o fundo claro. Deve ser meu computador. :P

Obrigada pela visita no blog!

Labelle® Paz disse...

Ótimo!
Sempre que surgir qualquer problema com relação ao layout ou aos posts, me avisem, para eu adequar! beijocas.

Luciana disse...

Delícia chegar aqui e ler esse texto tão gostoso! Beijos

Wolf34 disse...

A vida é assim, cheia de surpresas, e um pensamento que me segue sempre é a de que nada muito programado dá certo. Concordo com um trecho que diz que somos carregados em muitos casos. Mas o importante é saber quando ser carregado e quando assumir o controle de nossa direção. Fico feliz pelo seu sucesso pessoal.

Grande abraço.

Seu amigo Lobo!!!

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ® disse...

Gostei muito de saber sobre voce é maravilhoso notar o crescimento humano, mesmo de alguém pouco conhecida minha, mas sempre me deixa feliz, pois acredito, mesmo mais velho que tudo que o futuro tem é bom, obrigado !!!

Maria Valéria disse...

Amei seu post. Especialmente pq me fez lembrar do ano passado, que foi bem tumultuado e tive que tomar decisões, assumir o controle da minha vida e em todas as areas, viu?? Profissional( 2 mudanças de emprego), afetiva( nem te conto,rs), e financeira, tudo!Teve muita surpresa boa tbem. Teve muita coisa que eu tbem tive que refletir, se era aquilo que eu queria... vou te falar uma coisa: tomei as decisões certas na hora certa, e fiquei muito feliz em pode pela primiera vez ter me permitido fazer algumas coisas que eu queria e não tinha coragem.Podia ter sido o pior no da minha vida, mas eu consegui fazer ser o melhor, por ter aprendido a enxergar muita coisa por outro prisma.As coisas ruins de 2009 nem lembro direito, parece que foi um pesadelo, que ja acordei...mas as boas.. ah.... nunca vou esquecer.Se é que vc me entende.Foi o ano das 1001 descobertas, rs, 2009, muito legal. Ler seu post me faz pensar nisso, e me faz ficar feliz por vc, por vc estar de descobrindo a cada momento. Sabe de uma coisa? O importante é sempre continuar sonhando com algo. Isso que nos mantem vivas, amiga. beijáo e parabens pelo texto, ta mto lindo!!

Carol disse...

Oi Labelle,
vejo que temos mto em comum...
tb tenho 30 anos, e esse ano completo uma década com meu amor!!
Adorei o seu blog. Vou segui-lo!!
dê uma passada no meu tb... o ultimo post foi justamente sobre essa nova era balzaca na qual acabo de entrar.
bjs e parabéns pelo belo blog!!

Juju's disse...

Olá... adorei o Post... afinal me identifico com ele...
Parabéns pelas belas palavras...
Quando der de uma passada no meu blog.
Estou escrevendo algo sobre os 30 anos, e queria pedir a permissão de por um link do seu blog no meu...

Aguardo sua resposta!

Ju