terça-feira, janeiro 22, 2008

Sonho X Realidade...

Depois de planos e mais planos feitos na virada do ano, voltemos à realidade, à vida prática, àquela cheia de desafios, cheia de problemas reais, de prazos definidos, ansiedades sem fim, angústias e esperanças.

Todos esses sentimentos à flor da pele, muito claros para alguns e pouco perceptíveis para outros, recheiam a vida de quem trabalha, paga contas, namora, estuda, cria filhos, monta empresas [ou seja....... todos nós estamos incluídos nem que seja em apenas num desses campos].

Talvez o LIMITE seja o ponto crucial... O limite do prazo, o limite da competência, o limite do saldo bancário, o limite da paciência, o limite disso, o limite daquilo, o limite de outrora...

Até que ponto todos esses limites que nos impomos seriam, na verdade, projeções do limite interno de cada um de nós?

Há controvérsias, claro... Sempre há.

Mas duas verdades são indiscutíveis: Na primeira, o limite é individual. Na outra, o limite não é fixo.

O fato de sermos “indivíduos” nos torna únicos - singulares. O que somos, incluindo aí todos os nossos limites, deriva da interação de nossa genética e do que herdamos dos nossos pais, com o aprendizado acumulado ao longo de nossa vida.

O pensamento pertence à nossa condição humana [biologia], mas é aprimorado pela convivência social [sociologia], pela percepção do mundo com todas suas belezas e com todos os seus defeitos.

Aceitar que não podemos agir assim ou assado porque “alguém” tem como errado tal atitude, baseados na sua própria opinião a respeito dos outros, ou na projeção que faz de sua própria pessoa, de seus próprios limites, nos condena a uma vida “autômata” e não “autônoma”. Como eu tive que aprender isso na marra, hoje posso falar [de carteirinha] que pouco me importa o que fulano acha ou sicrano comenta a respeito das minhas atitudes.

E os sonhadores?

Não há limites para quem sonha? Há sim! Sempre há. Principalmente, porque nós, os sonhadores, temos uma capacidade de transformar os sonhos em realidade imensa. É nesse ponto que vamos encontrar a diferença entre as pessoas que sonham e as que deixam os sonhos para trás. E essa competência é desenvolvida especialmente através dos “diálogos que temos na frente do nosso espelho”, aqueles que fazemos as perguntas internas e obviamente, nós mesmos que responderemos.

Então, se vc deseja transformar um triângulo em um círculo, será responsável por esse desejo e pelo esforço necessário que terá que desenvolver, além das habilidades que precisará ter, para lhe permitir chegar lá, aumentando os três lados, até que virem pontos. Infinitos, sem limites e do jeito que você queria...

3 comentários:

disse...

Sou sonhadora também querida!
Até tenho medo de mim, sabia?!
Tem horas que minha mente guarda os sonhos e eles se realizam!
Creepy! hahahahaha
Será que sou bruxa também?! huahua

Beijão!!!

Isabella disse...

é isso aí, Belle! Adorei a idéia do triângulo e pontos! É uma boa perspectiva de vida!

bjs

May disse...

E digo mais: os nossos sonhos são vontades que Deus planta em nosso coração para concretizar no plano físico o que Ele já está conspirando a nosso favor no plano espiritual. E o quanto Ele se alegra quanto somos instrumentos reais dessa tal realidade!
Posso até ouvir Suas gargalhadas, lindas e celestiais, contente, alegre 'de um tanto' quando estamos cá no plano terreno felizes e confiantes na vida.
Você ouve essa Risadaria também, né?
...rsrrsrsrrs!
Beijos, Belle.