quarta-feira, julho 21, 2010

Dia a dia...

Uma porta se abre quando outra porta se fecha? A impressão que eu tenho é que a porta pode até se abrir rapidamente, mas quase sempre demora um certo tempinho, e na maioria das vezes, demora mais do que esperamos. Por quê tantos altos e baixos? Pessoais... Profissionais... Por quê tem que ser assim? Pra quê tem que ser assim? Porque se tudo fosse muito bom o tempo inteiro, talvez o tédio chegasse pra ficar. Ou o egocentrismo. Ou o deslumbramento. Porque se tudo fosse muito ruim o tempo inteiro, você ficaria infeliz.

Todo mundo recebe das mãos da vida um pacote equilibrado de situações, sejam das mais exultantes, às mais decepcionantes. Talvez seja este equilíbrio de vivências e momentos, bons e maus, que nos permita andarmos com os pés no chão e não nas nuvens. [e eu sou craque em andar nas nuvens.....]. Sorrir num dia, mesmo sabendo que podemos chorar num outro. Bem-vindos à vida real. Mais uma vez.

5 comentários:

Lilly disse...

Se fica calmo demais cansa. Tem que ter alguma dificuldade para manter o interesse. Eu só gostaria às vezes que fosse mais calmo dentro de mim...

Albuq disse...

Oi Labelle,

meus pensamentos permeiam essa questão, onde está essa porta que se abre? kkk fico sempre procurando ela nos meus momentos de desespero, mas, também penso que se tudo fosse perfeito, tranquilo, sem questões e nem obstáculos, nossa vida se tornaria muito chata e sem graça, porque não teríamos limites à vencer.. gosto dessa vida real, apesar de as vezes ser tão difícil.

bjsssssssssss

Maria Valéria disse...

amei suas palavras. me fez lembrar meu ano passado, quando aconteceu um dos piores fatos da minha vida, se vc quiser saber, até hoje não digeri direito essa historia.Ai logo na semana seguinte: uma coisa maravilhosa. e aconteceu tanta coisa junto que nem deu mais tempo de raciocinar depois.rs fui levando... ahahahah
então, é bem o que vc falou. senti isso na pele no ano passado. Vivi uma coisa muito bonita,muito gostosa, mas sempre achei que não daria o devido valor a essa coisa boa se quele troço ruim não tivesse acontecido logo uma semana antes. se é que vc me entende, rs.
beijos

Wolf34 disse...

Acho que não existe pessoa que já não tenha pensado sobre isso. As vezes gosto de imaginar a vida como uma montanha russa, cheia de altos, baixos, loops e paradas bruscas. Nada de carrossel, que só gira e é a mesma coisa sempre. Esse pacote de situações é exatamente o que me faz aprender e suportar o que a vida impõe no meu caminho. Espero poder continuar aprendendo, por mais radical que seja a minha montanha russa.

Beijão!!!

Patricia Garbuio Bittencourt disse...

As portas se fecham,coisas ruins acontecem,as tristezas vem justamente para que possamos dar valor as coisas boas da vida.Com sofrimento amadurecemos.
bjsss