sexta-feira, maio 25, 2007

Surpresa...

Uma das coisas que mais me surpreendeu nessas férias - de molho em casa - foi o que aconteceu conosco hoje... Decidimos tomar um chá da tarde e dar uma volta na pracinha para tirarmos umas fotos. Sentei-me num banquinho para amarrar meu sapato e pimba. Achei um livro! Estabanada, para variar, sentei em cima do dito cujo...

Ele estava ali, abandonado. Imediatamente me lembrei do movimento que comecei a colocar em prática há alguns muitos meses - Para ser mais exata, comecei no movimento há quase um ano. O movimento se chama Book Crossing, e tem como princípio o mero acaso, serendipity ( adoro o tema).

Comecei a participar do "Book Crossing" quando uma amiga mencionou numa comunidade do Orkut que eu participava( há mais ou menos um ano atrás) a possibilidade de trocarmos livros que já havíamos lido, com pessoas que não conhecemos ou que conhecemos, sabe-se-lá. Assim. Do nada. Você acaba de ler o livro que comprou ou ganhou, e simplesmente o deixa em algum lugar para que alguém o encontre e possa ler o mesmo que você ou usufruir da forma que lhe convier. Esperamos que quem o encontre, leia, e gentilmente, o deixe em algum local público - da mesma forma que o encontrou - participando de um elo invisível a ao mesmo tempo, meio mágico, entre pessoas que não se conhecem ( ou se conhecem, vai saber...).

Desde pequena, o assunto já me fascinava... Lembro-me das histórias sobre as mensagens colocadas em garrafas e jogadas ao mar. Com o objetivo de que alguém, um dia, em algum lugar, encontrasse a mensagem na garrafa e faria uma descoberta por acidente.

Pronto. Achei um livro que adorei ter achado. Primeiro pela situação. Segundo pelo fato de ter achado num lugar que eu jamais imaginaria. Depois, pelo fato de ser sobre um assunto que eu adoro e me desperta total interesse. Serendipity! Tinha que ser...

2 comentários:

Eu não sei, você sabe? disse...

Muito legal JU!!!!!

Me deu um avontade de achar um livro por aí e também de colocar um livro por aí...

me explica isso melhor?

Beijo!

Maariah disse...

Deve de ser interessante encontrar livros assim desse modo mas eu acho que não conseguiria participar. Não ia conseguir deixar o livro assim sem saber para quem ia, sem poder falar sobre o mesmo. Gosto de oferecer livros mas gosto também das conversas que giram à volta deles.