segunda-feira, junho 14, 2010

Mais uma vez...

Eu sei escrever sobre aquele aperto no peito... Sei escrever sobre ansiedade, sobre vontade e sobre aquele desejo quase incontrolável de adiantar os ponteiros do relógio e fazer com que passem mais rápido. Sei escrever sobre os olhos marejados e sobre a boca seca. Sei escrever sobre mãos suando e sobre os olhos que ardem procurando no horizonte o que não se sabe se virá, mas há espera. Sei escrever sobre sentimentos bons e sobre angústias ruins. Sei escrever sobre voz baixa, sobre dedos nervosos, sobre dor na barriga, sobre taquicardia, sobre o silêncio, sobre ir e vir, sobre segundos lentos, sobre minutos rápidos, sobre querer e não poder, sobre ansiar e esperar. Sei escrever sobre os segundos mais lentos, sobre os mais esperados e, enlouquecidamente, sobre os mais distantes. Sei escrever sobre o que se quer e parece que nunca chega, sobre o que não se espera, sobre o que não avisa, e sobre o que não dá esperanças. Sei escrever. Sei falar.... mas, definitivamente, não quero sentir o que estou sentindo.

7 comentários:

tania disse...

Labelle, te dei um selinho. Você vai se sentir melhor, linda. Beijo carinhoso
http://elosenos.blogspot.com/2010/06/meu-primeiro-selinho.html

NiNah disse...

?
=/

Tô aqui!
Bjas

Albuq disse...

Hummmmm querer não sentir é complicado, porque nem sempre o coração obedece! Sei bem como é isso! espero que passe, bjsss

Beth Blue disse...

Nossa, pensei que fosse só eu...também ando mal por aqui, mas melhora.

beijos transatlânticos

Labelle® Paz disse...

É, meninas....

Foi uma nuvem que passou, assim, meio pesada, mas já partiu !! Oba !! Taninha, obrigada pelo selinho [vou ver agorinha mesmo]. Ninah, Marcinha e Bethinha, obrigada pelo apoio, obrigada mesmo !!

Wolf34 disse...

É aquela velha história, não tem como fugir de nós mesmos. Paixões, amores, angústias, alegrias, desilusões, são muitos sentimentos. Tinha o hábito de escrever sobre eles, mas dei uma pausa, estava precisando de um tempo sem escrever sobre mim. Mas ao mesmo tempo sei que um dia essa vontade volta, e aí voltamos a olhar tudo aquilo que escrevi lá em cima.

Beijão.

Lê Cami disse...

Depois de um mês...já passou? Acabo de encontrar seu blog e...parabéns e obrigada! Pelas palavras bem trabalhadas e as ideias bem arranjadas. Por me mostrar que não sou só qnd sinto o que vc sente e aqui descreveu tão bem. Que não sou só nas confusões de me tornar uma mulher de 30! =)
(Como diria o Johnny...) Keep walking!