sexta-feira, julho 20, 2007

Dia do Amigo!

Dizem que se a amizade for verdadeira dura para sempre, e que é na adversidade que conhecemos os verdadeiros amigos. As pessoas dizem muitas coisas. Algumas procedem e outras não.

Essas mesmas pessoas estão inseridas em algum círculo de amigos. São pessoas comuns, como nós. Pessoas, apenas pessoas. E não é preciso mais que isso para se construir uma boa amizade ou para ser feliz ao lado de alguém.

Sou uma dessas pessoas, tenho muitas qualidades mas também tenho muitos defeitos. Um deles é o de me isolar. Gosto demais de ficar sozinha enquanto estou pensando, enquanto estou refletindo, ou quando estou mudando a minha vida. Passo por várias fases que vão desde a do silêncio, à fase do choro, até a de felicidade plena e à de distração quase que completa. Tem sido assim com uma certa freqüência.

Mas sou uma pessoa que tem amigos. Grandes amigos. E o mais legal é saber que as pessoas que escolhi para serem amigas minhas (ou que me escolheram, sei lá quem escolheu quem), não desistem de mim. Elas não desistem! Mesmo quando eu sumo, quando simplesmente não quero atender o telefone, quando quero gritar, quando não quero dividir nada com ninguém, quando não quero sair da minha concha, quando quero isolamento, quando sou chata e mal-humorada, essas pessoas estão lá. Elas não desistem! Aparecem na minha casa ou onde eu estiver, telefonam, me irritam, tocam a campainha, lotam minha caixa de emails, me abraçam, me beijam, me amam, me esperam, tentam de novo, de novo e mais uma vez.

Então, eu serei mais uma a filosofar sobre amizade. Serei mais uma a filosofar algo que tem feito muito sentido pra mim: amigo é aquele que não desiste da gente, mesmo quando a gente desiste de tudo.

E eu só tenho a agradecer!

Um comentário:

carla disse...

É amiga acabei de ler isto agora.
Não desisti de você.
De te encontrar...
Quem sabe algum dia você queira me rever, né?
E conhecer a sobrinha.
É só você marcar, isso já te falei.
Beijos da amiga que não te esquece e adora você da sua maneira.