quarta-feira, março 21, 2007

Perdida...

Tem vezes que me escondo dentro de mim e fecho os olhos para não me ver. Tamanha é a vergonha que sinto das minhas fraquezas. Tamanha é a raiva que sinto por não conseguir abandonar alguns hábitos. Tamanha é a dificuldade que tenho para superar determinadas perdas. Tamanha é a minha vulnerabilidade diante de determinados assuntos.

Tem vezes que eu preciso me perder. Preciso girar inúmeras vezes em torno de mim mesma, com o coração acelerado, em busca de encontrar novamente a segurança da estrada. Não consigo ver nada além dos buracos, de todos os tamanhos, causando inúmeros acidentes. Alguns mais graves e outros menos, mas todos ali, procuravam chegar no mesmo lugar.

Um comentário:

Beth Pinheiro disse...

Com o tempo você vai aprender que mais difícil do que perdoar os outros, é perdoar a si mesmo. e tão ou mais importante! erros todo mundo comete, a diferença é se aprendemos ou não com eles. eu continuo vivendo e aprendendo. beijos