sexta-feira, agosto 31, 2007

Ciclos...

Meus pais sempre me disseram que tudo na vida TEM QUE ter início, meio e fim.

Alguns mais mu-dernos me disseram que nada tem início, meio e fim... O que se tem são ciclos, que se abrem e se fecham de acordo com um período pré-estabelecido.

Conversando com o J. decidi que de hoje não passa e eu tenho é que fechar esse tal ciclo. Confesso que na verdade, eu devo é ter algum tipo de fixação por reticências... Raramente as coisas terminam, assim, definitivamente.

Queria entender como é que depois de três anos, surge um convite para retornar ao local que pedi desligamento por telefone... Tudo bem que sempre deixaram as portas abertas para a possibilidade de eu mudar de idéia, mas um passarinho me contou que não queriam me ver nem pintada de ouro. Hoje, deixam recados constantes na secretária e alguns emails na caixa postal.

É isso mesmo? Fecha-se um ciclo e começa-se outro assim, sem nem repaginar? Aliás, sem nem mudar o discurso? Ah, pára!

De qualquer forma, a verdade tem que ser dita, e eu adorei a novidade! Não há a menor possibilidade de retornar para lá, mas deu um up na minha auto-estima - até porque, lá no trabalho as coisas estão indo de mal a pior...

Fora uma determinada criatura que desapareceu depois de saber que casei e não convidei, e também três anos depois, me aparece do além, querendo conversar. Meus sais!!

3 comentários:

Lidiane disse...

Eu concordo integralmente com os seus pais.
Ainda que demore, sempre há um fim, para um começo.

Isabella disse...

Oi Belle, boca de pai e mãe é um problema, não? Normalmente não erram!

Curta esse "flashback"! Eu acredito no tal do aqui se faz aqui se paga ; )

Layne disse...

Covivio familiar nem sempre é fácil,mais precisamos nos esforçar para nos far bem