quinta-feira, agosto 30, 2007

Querer X Poder...

Hoje conversando com a M, lembrei de uma entrevista com a Maitê Proença dizendo que filha dela babava muito quando criança...

Com certeza não lembro da história por inteiro, e acredito ter perdido alguma parte importante, mas o fato é que uma senhora na rua havia perguntado à ela se durante a gravidez sentiu desejo de comer alguma coisa diferente.

Ela respondeu que sim, que morreu de vontade de devorar um daqueles hot dogs suspeitíssimos que a gente encontra em qualquer carrocinha na esquina, cheirando convidativamente. Só não comeu porque é vegetariana. No mesmo momento, a mulher comprou um e a fez comer. [sim, ela declarou isso na entrevista]... E a menina parou de babar.

Verdade ou não, isso é o tipo de coisa que nunca aconteceria comigo. Porque eu não passo vontade de nada e espero nunca passar - mesmo de dieta.

Deve ser muito triste querer alguma coisa e não poder. Pessoas com pressão alta que não podem comer isso ou aquilo, colesterol alto, diabéticos... Sempre fui muito nojentinha para comer na rua, mas depois que casei, e fiquei refém do delivery, tive que fechar os olhos para as cozinhas de restaurantes, as caixas dos motoboys e quentinhas.

Nunca fui de comer o cachorro-quente da esquina, mas confesso que não tenho a menor dificuldade em comer uma sobremesa logo depois do jantar, nunca me importei com a quantidade de calorias que estou ingerindo... E hoje, de dieta, essa tem sido minha maior dificuldade. Não parei de comer mas dei uma diminuída considerável.

Antes, se eu estava com vontade, comia mesmo. Hoje como menos, mas costumo beber, falar, escrever, fazer, ligar, pedir... Não mando recados. Talvez, seja dramática demais, mas não sei o que vai acontecer daqui a 10 minutos... Posso morrer feliz ou passar a eternidade lamentando uma besteirinha que me deu vontade e não passou.

Segundo meu amigo Panda, "vontade é uma coisa que dá e passa..." . Ok, pode ser que tenha um fundo de verdade nisso, mas vamos combinar que é muito chato ficar lamentando por algo que não depende só da gente para resolver!

2 comentários:

Vânia Lúcia disse...

Eu me lembro dessa entrevista da Maitê Proença no Programa do Jô!
Achei engraçado!
Eu no lugar dela, mesmo vegetariana, ia pensar na gravidez!
Comeria na boa!!
Eu não passo vontade não!
Tenho vontade de comer, como!
Me lembro de uma vez que estava de regime e cortei todos os doces.
Fui ao shopping e passei em frente à uma loja "Amor aos Pedaços", olhei os doces por olhar, mas uma torta de limão, linda, apetitosa me chamou à atenção.
Não quis comer por causa do regime.
Andei o shopping todinho e não esquecia a bendita torta.
Resultado, voltei à loja, pedi um pedaço pequeno da bendita torta e comi!
O prazer foi tão grande, mas tão grande que valeu a pena sair do regime.
É duro viver de regime, comer é tão bom!!!!!



Beijocas

Isabella disse...

Oi Belle, já passei tanta vontade, principalmente nos 30 que agora, depois dos 40, não passo mesmo! Tá, preciso fazer exercício? Claro! Quem não precisa? Mas vou tomando sorvete, comendo bolo e croissant e por aí vai. E tô feliz: )