sexta-feira, dezembro 01, 2006

Bom dia, boa sorte !!

A sorte dos vencedores, é analisar um tempo favorável e dele tirar proveito. O momento de realizar um sonho e torná-lo vivo vem da sensibilidade dos que sabem, e não da razão dos que conhecem.

Muitas pessoas são escravizadas pelas emoções e acabam fazendo as vontades dos outros, como representação da paz. Paz? Que paz? Ninguém é capaz de afirmar que não busca a liberdade. Ser livre, em contra partida, o torna cada vez mais solitário.

A sorte é um estado mágico como a alegria ou a felicidade, onde necessariamente seria o caminho que flui a vida dos nossos sonhos e das nossas realizações. Temos que ser tão otimistas nesse caminho, que devemos dizer que o contrario da sorte é que ela está por vir...

Criar emocionalmente o ambiente favorável para o sucesso é não esperar que ele chegue. É sentir que ele já existe. O que você deseja como sucesso é algo seu, pessoal, e não a sua realização. O que você realiza você faz para todos, o que você conquista com isso é somente para você.

Muitas vezes queremos uma pessoa para ser nosso companheiro de vida sem saber ou sem se interessar se ele tem as nossas exigências. Sabemos que preenchem nossas necessidades e já achamos o suficiente. Ao compartilharmos nosso tempo e lapidar uma vida ao lado dessa pessoa, começamos a vislumbrar os dissabores, pois não se alinham tão perfeitamente com o nosso modelo de felicidade.

E mudar a si mesmo para essa convivência pacifica implica às vezes em mudar nossas necessidades a ponto de nos desinteressarmos do que antes era nossa meta. A sorte completa só existe se formos flexíveis em sua aceitação, se formos gratos a qualquer dádiva da vida e a ela retribuir com a mesma satisfação.

Por quê o pensamento acima?? Acredito que eu tenha fechado um tempo com o prejuízo de mais sabedoria, e não saber usa-la em meu próprio beneficio foi uma tristeza.

Sabedoria é ter experiências intransferíveis mesmo em palavras - porém nossa sorte tem como mapa esses caminhos.

Troquei energia com mundos diferentes do meu e consciente disso, perpetuei experiência em novas realizações. Errei por saber. Em vida apesar do erro ser somente uma ilusão, ele nos fere profundamente em nossa emoção!

Ganhei meu primeiro trevo há muitos anos, de um grande amigo.

Na época, o guardei sem maiores pretenções, e hoje, vejo que de certa forma, se tornou um amuleto e me traz boa sorte.

Todo os anos o mesmo amigo me presenteia com um trevo - desde o ano em que nos conhecemos. É um ritual...

De manhã, antes de sair para trabalhar, gosto de olhar para ele e mentalizar coisas boas. Sem dúvida, não poderia deixar de registrá-lo por aqui.

Bom dia, boa sorte para todos !!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Seria esse amigo o mesmo dos outros textos???
Fabi

La Belle® disse...

Nada, Fabi... Esse amigo é um amigo de infância, que me acompanha até hoje. Daqueles amigos inseparáveis e que a gente tem o prazer de fazer história junto dele... Amigo.. Nada além...