sexta-feira, abril 20, 2007

Conformismo para Conformados.

Cansei de ouvir por aí, diante das situações em que as pessoas não obtinham o resultado esperado, a expressão: "Não deu certo porque tinha que ser assim".

Engraçado, mas ninguém consegue responder quando a frase é rebatida com uma pergunta básica: "Mas por quê, que tinha de ser assim?"

Claro que não tem resposta... E não tem resposta porque esta frase nada mais é do que uma visão conformista e até covarde de encarar a realidade, de se enfrentar as dificuldades e tudo o que deu errado em nossas vidas.

"Tinha que ser assim... Não era mesmo para eu ter conseguido aquele emprego". Esta é a forma mais fácil de não admitir que você não se esforçou o suficiente. Ou ainda, uma maneira de disfarçar a própria decepção de não ter conseguido o que queria.

"O namoro acabou porque tinha mesmo que ser assim"... O amor quando acaba é sempre um cenário propício para inúmeras outras frases feitas, que possuem um único intuito naquele momento - consolar. Normalmente, repudio todas. "Nada como o tempo...", "O tempo é o senhor da razão", "Ele não servia pra você"... E por aí vai.

A realidade nua e crua é a seguinte: Não... Você não vai rir disso tudo amanhã, mas vai superar algum dia sim. O tempo passa, mas você sempre se lembrará daquilo que te fez sofrer, mesmo que não doa mais o tanto que doeu, você vai lembrar. E se ele não era para você foi porque um dia ele não quis mais ser (porquê você ainda se lembra do quanto o queria), e você pode ter outro amor agora se optar por ser feliz.


Apesar de todas as formas de "alívio imediato" que uma simples frase pode tentar proporcionar, a "tinha que ser assim" sempre ganha um espaço ímpar nos casos de amores que terminam. Sempre está ali, em letras garrafais e brilhosas, pronta para aparecer quando alguém estiver sofrendo, quando alguém se desesperar.

Um amor não acaba simplesmente "Porque tinha de ser assim" - Desculpem-me os que acreditam nisso, mas terei que contrariá-los. Um amor acaba porque no meio do caminho alguém desistiu, abriu mão, ou não lutou o suficiente. Acaba porque alguém, em algum momento, esqueceu que por amor vale à pena a lealdade e a parceria. Não existem terceiros e nem existem espaços para que alguém apareça.

Acaba porque uma mágoa foi maior e está mais presente do que tudo de bom que viveram juntos. Acaba porque o orgulho superou o brilho no olhar quando se encontravam. Acaba porque o desentendimento foi mais forte do que a vontade de fazer as pazes. Acaba por coisas que parecem ter sido tolas, mas que até hoje você não entende. Nunca, em hipótese alguma, acaba simplesmente "porque assim é que era para ser".

Será que se tivessem tentado mais uma vez, se tivesse surgido mais uma oportunidade naquele momento, o cenário agora não poderia ser outro? Poderia ser o de um casal feliz e bem resolvido... Não "porque tinha de ser assim", mas porque tiveram a coragem de tentar pelo menos mais uma vez...

3 comentários:

Eu não sei, você sabe? disse...

consegui acertar!!!!


beijo!

vania disse...

olha eu pensando de novo!!!
tive um amor do passado, que tentei, várias vezes nos dar outra chance!!
ele tentou tb, mas chegou uma hora que não tinha como continuar com uma pessoa que eu "achava" que amava!!
hoje eu sei que ele não servia pra mim, não servia pq eu não queria que ele servisse!
uma época fui muito feliz com ele, tanto que tenho ótimas recordações!
na medida que vem uma recordação boa, vêm duas ruins!
será que consegui superar? hoje, digo com toda à certeza: SIM!!!
podia ter tentado, uma sétima vez, mas não adianta insistir quando o coração diz que está no caminho errado!

Anônimo disse...

Minha amiga...Depois dessa só posso ir dormir.

e MUITO emocionada

Vidapartipim
ou seria
Vida
parti
pim?
Beijos